Porque não o Telegram?

Resumindo

Porque é tão mau como o WhatsApp e o Facebook. Apresenta uma falsa promessa de encriptação. Vê a seguinte captura de ecrã, na qual fica claro que monitorizam mensagens de grupo e podem ir ao ponto de as censurar. Conclusão: passar a usar Element.

Hmm, preciso de mais informações

Mais provas de que o Telegram utiliza a tua informação sem o teu consentimento:

https://pocketnow.com/stop-being-naive-when-it-comes-to-things-like-whatsapp-telegram-signal-etc

É centralizado. Todos os teus dados (mensagens, informação de perfil) são guardado nos servidores do Telegram e podem ser usados para diversos fins sem o teu conhecimento. Eles estão a minar os teus dados para censura, é uma linha vermelha que não podemos passar. Devemos dizer basta, temos que colocar demasiado em risco, vamos ganhar controlo da nossa informação.

Porquê o Matrix / Element?

Em resumo

É a kryptonite da censura. Pensa nele como um P2P (peer-to-peer), mas em vez de partilhar filmes e música, partilhas mensagens. Cada pessoa tem as suas mensagens e as partilha com quem quiser. Os dados estão guardados em todos os servidores participantes e comunica através de mensagens encriptadas "ponta-a-ponta" (E2EE) com outras pessoas de outros servidores. A mensagem apenas é desencriptada quando o utilizador a abre, e somente nos seus dispositivos verificados. Se for um chat encriptado, o servidor onde ele está registado nem sequer consegue ler as tuas mensagens, somente tu podes lê-las. A verdadeira liberdade. E é mais fácil de utilizar do que possas pensar.

Hmm, preciso de mais informações

  • P- Parece uma chatice.
  • R- É tão fácil como inscrever-se no Telegram.
  • P- Vou perder o acesso ao Telegram?
  • R- Não. A partir da Matrix podes ter acesso às salas de Telegram em ponte. Isto é possível, mas não é recomendado porque essa conversa, uma vez que vai para o Telegram, já não é segura. Além disso, as salas de Telegram em ponte não podem ser encriptadas actualmente.
  • P- Nenhum dos meus amigos está lá.
  • R- É o problema da galinha e do ovo. Garantimos que conhecerás mais pessoas no Matrix do que no Telegram no prazo de seis meses. É o futuro das conversas privadas. Encoraja todas as pessoas com quem comunicas a participar, e continua a comunicar com elas apenas através do Matrix.
  • P- Porquê ter Matrix e Element? Parece complicado.
  • R- O Element é apenas a aplicação telefónica/PC (por vezes chamada "implementação pelo cliente" pelos cromos). É desenvolvido por um monte de pessoas fixes e tem novas funcionalidades a toda a hora. É atraente e fácil de utilizar, tal como o WhatsApp/Telegram, etc. Quando se cria uma conta nestas plataformas, todos os teus dados são assinados, no entanto o mesmo não acontece com o Matrix/Element. Para criar uma conta basta escolher um nome de utilizador, não é necessário um número de telefone nem outros dados pessoais (recomenda-se o fornecimento de um endereço de correio electrónico para ajudar na recuperação da palavra-passe). A tua conta residirá então num servidor Matrix e é aí que vivem os teus dados, encriptados com a tua chave-mestra. Ponto. Se fosses paranóico poderias até criar o teu próprio servidor e assim só tu terias os teus dados. Então, usa essa conta para entrar no Element. Simples... E é ainda mais simples do que parece.
  • P- Mas é apenas federado, não descentralizado!
  • R- Sim, esse é um argumento válido. Federação significa que as pessoas instalam os seus próprios servidores que irão participar na rede de outros servidores federados, e por isso é uma forma menor de descentralização. O problema com a verdadeira descentralização é que, neste momento, é difícil consegui-la em larga escala. Pensa nisto: podes correr uma carteira de bitcoin constantemente no teu telemóvel com a blockchain inteira (actualmente ~320GB e a crescer)? Podes suportar os custos de sincronização de dados no teu plano de telemóvel, ou o esgotamento da tua bateria? Posto isto, é claro que encorajamos as tecnologias verdadeiramente descentralizadas, mas aos nossos olhos elas ainda não chegaram lá. Por outro lado, os tipos da Matrix já estão a planear clientes da Matrix para trabalharem como micro-servidores federados.